Get a site
24 Julho, 2021

Nação Portista

A vencer desde 1893

O campeão perfeito

FC Porto bateu o FC Gaia (42-29), no Dragão Arena, e fechou o Andebol 1 com 30 vitórias em 30 jogos.

O campeão nacional FC Porto fez história no andebol português ao vencer todos os 30 jogos da edição 2020/21 do Andebol 1, terminando assim com 90 pontos conquistados em 90 possíveis. Nesta quarta-feira, a equipa portista fechou o campeonato com chave de ouro ao vencer o FC Gaia, por 42-29, no Dragão Arena.

A primeira parte da receção ao vizinho de Vila Nova de Gaia, que fez uma guarda de honra antes de homenagear Alfredo Quintana, foi muito animada, sobretudo em termos ofensivos, e terminou com o FC Porto na frente por 22-16. Victor Iturriza (5 golos), bem secundado por António Areia (4 golos) e Diogo Branquinho (4 golos), foi a figura maior do coletivo portista ao longo dos 30 minutos iniciais. A etapa complementar confirmou o 30.º triunfo portista na principal competição nacional, no qual se destacou Victor Iturriza, autor de nove golos.

“Como treinador desta equipa, estou muito feliz. Temos feito uma grande época, mesmo com aquilo que aconteceu com o Alfredo. Mantivemo-nos unidos e, até agora, fizemos uma grande época. Estou orgulhoso por termos vencido todos os 30 jogos do campeonato. Sempre lutámos para vencer todos os jogos e sabíamos que ninguém o tinha conseguido antes. Por isso, só podemos estar felizes por termos sido nós a consegui-lo”, afirmou o treinador Magnus Andersson após a partida.

O FC Porto volta a entrar em campo no próximo sábado (17h30, RTP2), frente ao Águas Santas, no Pavilhão Multiusos de Pinhel, em jogo referente às meias-finais da Taça de Portugal.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-FC GAIA, 42-29
Andebol 1, 30.ª jornada
2 de junho de 2021
Dragão Arena

Árbitros: Rui Oliveira e Célio Pereira

FC PORTO: Nikola Mitrevski e Diogo Rêma (g.r.); Victor Iturriza (9), Manuel Spath (1), Miguel Martins (1), Djibril M’Bengue (1), Rui Silva (3), Daymaro Salina (2), Pedro Oliveira (3), Ivan Sliskovic, Diogo Branquinho (7), Diogo Silva (1), António Areia (4), André Gomes (4), Miguel Alves (3) e Fábio Magalhães (3)
Treinador: Magnus Andersson

FC GAIA: David Sousa e Manuel Borges (g.r.); José Poças (1), Miguel Pinto (3), Pedro Carvalho, Gustavo Oliveira (3), Rafael Santos, Luís Carvalho (3), Bernardo Pêgas (2), José Rebelo (4), Miguel Salgado (4), Rui Rodrigues (1), Tiago Costa (2), Pedro Salvador (2), Diogo Ferreira (2) e Tiago Castro (2)
Treinador: Carlos Resende

Ao intervalo: 22-16

Fonte: fcporto.pt