Get a site
14 Junho, 2021

Nação Portista

A vencer desde 1893

FC Porto sobre o ministro da Educação: “Deveria estar preocupado com os professores e as escolas”

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, recordou uma conversa com Pinto da Costa.

Tiago Brandão Rodrigues disse esta terça-feira que os incidentes no Moreirense-FC Porto, da 29.ª jornada da Liga NOS, merece a mais “veemente condenação”, lembrando que os valores do futebol como contraponto aos incidentes de segunda-feira, responsabilizando também os protagonistas do futebol pelo clima de crispação na modalidade.

“Os protagonistas e os atores principais do desporto têm muitas vezes um comportamento cuja imitação sabemos bem ao que pode levar. Sou um amante do futebol e quero crer que o futebol entende a importância que tem. Num momento em que queremos, desejamos e ansiamos ter público nas bancadas, embora saibamos que é difícil que isso aconteça esta época, sabemos bem que momentos como aquele tornam tudo muito mais difícil, porque quem está na bancada acaba por replicar o que acontece nas quatro linhas”, lembrou Tiago Brandão Rodrigues.

Perante estas declarações, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, recordou uma conversa com Jorge Nuno Pinto da Costa. “Comentei isso com o presidente, que só me disse que o Ministro da Educação deveria era estar preocupado com os problemas dos professores e as condições das escolas. Mas, está preocupado em impossibilitar o regresso dos adeptos aos estádios. Enquanto a nossa vida está aos poucos a regressar a uma normalização, o regresso aos estádios é que não pode acontecer. Temos de manter o público fora dos estádios e asfixiar o futebol”, afirmou esta terça-feira no Porto Canal.

Fonte: ojogo.pt