Get a site
14 Junho, 2021

Nação Portista

A vencer desde 1893

APAF pede “consequências exemplares” para Sérgio e responsáveis do FC Porto

Apresentada queixa contra o treinador do FC Porto, conforme a Renascença avançou. APAF “repudia os comportamentos e ofensas” dirigidos a Hugo Miguel após o Moreirense-FC Porto.

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) “repudia os comportamentos e ofensas” dirigidas ao árbitro Hugo Miguel e à sua equipa por Sérgio Conceição e demais responsáveis dos dragões após o Moreirense 1-1 FC Porto, na segunda-feira, na jornada 29 da I Liga.

Tal como Bola Branca avançou, a APAF fez queixa de Sérgio Conceição e restantes elementos do FC Porto ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. Neste comunicado, pede “consequências exemplares para quem transcende o limite do aceitável.

“De qualquer pessoa, clube ou divisão. Agiremos, judicialmente, como sempre o fizemos, contra todos os comportamentos impróprios e contra qualquer elemento da Arbitragem. Temos esperança que a sensação de impunidade não perdure muito mais tempo no Futebol português. O Futebol é de todos e para todos”, lê-se na nota oficial da APAF.

Na segunda-feira, após o apito final em Moreira de Cónegos, foi visível a insatisfação de Sérgio Conceição e de outros elementos do FC Porto na forma como se dirigiram ao árbitro Hugo Miguel. Os excessos de linguagem e todos os atos considerados impróprios fazem parte do relatório do árbitro e irão ser apensos ao processo da APAF.

A Associação de Árbitros reconhece que o futebol “é um jogo de paixões”. No entanto, faz questão de sublinhar, também, que esse argumento “não deve ser o escudo protetor de comportamentos inapropriados e que coloquem em causa a honorabilidade de outro profissional”:

“O Futebol não é uma bolha onde a ameaça, o insulto e a falta de respeito por outro colega seja aceite como normal, muito menos com tanta visibilidade e grandeza, mesmo sem público nas bancadas.”

Fonte: rr.sapo.pt