Sérgio Conceição pode igualar feito de Artur Jorge

FC Porto procura sétima vitória consecutiva em casa sem sofrer golos no arranque da I Liga.

Uma vitória sem sofrer golos contra o Tondela, amanhã (20h15), no Dragão, permitirá a Sérgio Conceição igualar um feito único na história do FC Porto, que remonta a uma temporada em que o agora treinador ainda era jogador… dos Sub-17 da Académica! Os portistas levam seis triunfos consecutivos em casa com a baliza a zeros e podem repetir o recorde da equipa de 1989/90, orientada por Artur Jorge, que chegou aos sete – ao oitavo jogo, empatou (1-1) com o V. Guimarães. O historial de resultados com o adversário até permite a Sérgio Conceição sonhar, uma vez que os beirões perderam nas últimas três visitas ao recinto azul e branco e não marcaram. Desta vez, porém, Natxo González, o treinador, está convencido de que “pelo menos um golo” o Tondela fará. A confirmar…

Se a premonição do espanhol não se confirmar e o FC Porto vencer sem encaixar golos, a equipa de Sérgio Conceição será a única entre as que disputam as principais ligas europeias que entrará em 2020 com a folha limpa em casa. Esse estatuto era partilhado com o V. Setúbal até há bem pouco tempo (1 de dezembro), mas com uma diferença importante: os portistas tinham vencido sempre, os sadinos não.

Curiosamente, a equipa do Bonfim (4-0) até foi a primeira destas seis vítimas que os dragões já fizeram em casa esta temporada para o campeonato. Seguiram-se V. Guimarães (3-0), Santa Clara (2-0), Famalicão (3-0), Aves (1-0) e Paços de Ferreira (2-0).

A sequência que vai perdurando na história do FC Porto como a melhor, lograda na temporada de 1989/90, que terminaria com os dragões a conquistarem o título, foi iniciada com Nacional (2-0). Portimonense (4-0), Benfica (1-0), Braga (3-0), Tirsense (7-0), União da Madeira (1-0) e Belenenses (3-0) foram os outros clubes que sucumbiram ao poderio de Vítor Baía, João Pinto, Branco, Madjer ou Domingos…

Fonte: ojogo.pt