Saravia: foram oito temporadas e 140 jogos para este grande momento

Argentino regressou às opções, foi figura do FC Porto e nunca mais se esquecerá do Casa Pia.

Oito temporadas como jogador profissional e 140 jogos foi do que Renzo Saravia precisou para se estrear, finalmente, a marcar enquanto profissional de futebol. Não há registos do que o jogador fez no passado no futebol de formação, mas pelos clubes há. Nem no Belgrano (79 jogos), nem no Racing (49 jogos), nem na seleção argentina (9 jogos) alguma vez o conseguira. No FC Porto, só havia jogado duas vezes, mas, curiosamente, já contra o Coimbrões tivera ocasiões.

Frente ao Casa Pia, o primeiro golo acabou por acontecer da forma mais improvável: de cabeça. Antes tinha estado perto, mas na segunda parte foi mais eficaz. O argentino nunca mais se vai esquecer do Estádio Pina Manique e de uma equipa lisboeta que, possivelmente, iria rapidamente apagar da memória se não lhe tivesse marcado um golo. Mas a verdade é que Saravia fica pelo menos com o Casa Pia tatuado na carreira e pode também agradecer a Sérgio Oliveira, autor de uma assistência fantástica.

Para ajudar à importância do momento, o tento foi decisivo para o FC Porto começar a inclinar a balança. Depois, o lateral ainda começou o lance do terceiro golo, picando uma bola que foi ter aos pés de Tiquinho Soares. Uma noite para não esquecer.

Fonte: ojogo.pt