Rafa: “Vamos lá para fazer o nosso trabalho e ganhar o jogo”

Rafa perspetivou a visita à Oliveirense, na 13.ª jornada do campeonato (quinta-feira, 19h30).

Após o triunfo europeu diante do CE Noia (4-2), o FC Porto desloca-se ao terreno da Oliveirense, em duelo da 13.ª ronda do Campeonato Nacional de hóquei em patins, agendado para esta quinta-feira (19h30, TVI24). Na antevisão, o avançado Rafa admitiu que a condição de visitado do adversário poderá ter alguma influência no encontro, mas fez questão de expressar a determinação portista na obtenção de mais uma vitória.

O 3-2 frente ao CE Noia
“Foi um passe do Gonçalo, eu estava sozinho em frente à baliza, a bola veio tensa e, mais do que dominar a bola e fazer o 1-1 perante o guarda-redes, preferi colocar o stick e, aproveitando a força com que a bola vinha, desviá-la do guarda-redes. Felizmente a bola acabou dentro da baliza. Foi um golo importante porque precisávamos da vitória para voltar ao primeiro lugar do grupo, o que nos poderá trazer vantagem nuns possíveis quartos de final pela possibilidade de fazermos o segundo jogo aqui no Dragão Arena. Foi importante porque era o golo de que precisávamos depois de sofrer o empate para voltar à liderança do marcador e ganhar o jogo”.

Vitória portista e derrota da Oliveirense na última jornada europeia
“É sempre mais fácil trabalhar quando se ganha, mas por vezes as derrotas servem para corrigir alguns erros que se tornam mais evidentes quando não se ganha. Acima de tudo, estamos preocupados connosco, sabemos aquilo que temos de fazer, conhecemos a Oliveirense não do jogo em que perdeu com o Forte, mas de toda a época. Já os defrontámos na Supertaça, acredito que agora estejam um pouco diferentes, mas nós focamo-nos naquilo que temos de fazer, nas nossas qualidades, trabalhamos sobre isso e espero que seja suficiente para trazer os três pontos de Oliveira de Azeméis”.

Fator casa
“Nestes jogos tão equilibrados o fator casa acaba sempre por pesar um pouco, apesar de não ser decisivo. São duas equipas muito equilibradas, o próprio jogo da Supertaça demonstrou isso. Como disse, vamos lá para fazer o nosso trabalho e ganhar o jogo, tal como aconteceu na Supertaça. Acredito que a Oliveirense esteja diferente para melhor, mas nós também. Foi uma altura muito inicial da época, havia coisas para trabalhar. Na minha opinião, vai ser um jogo diferente desse, mas espero que o desfecho seja o mesmo”.

Fonte: fcporto.pt