«Proença e presidente do Conselho de Arbitragem foram eleitos com o apoio de FC Porto e Sporting»

O diretor de comunicação do Benfica, Luís Bernardo, reagiu ao caso dos emails revelados pelo FC Porto.

Caso dos emails e a imagem do futebol português: “A justiça que faça o seu trabalho de forma moderada, preservada. O Benfica exigirá consequência a quem tem prejudicado. Todo o ruído prejudica. Hoje estamos nos rankings principais e isto não é bom para nós e para o futebol português.”

Comentário aos emails: “Não queria comentar os emails porque não sei se existem. Na atitude de quem acusa, o que quero dizer é que isto é muito frágil. Estamos muito tranquilos, mas é agora a altura da justiça falar. A equipa que trabalha com os advogados do Benfica é que falará sobre este tema. Queremos estar centrados na preparação da próxima época. O Benfica vai estar de portas abertas e quer que não se instale esta nova moda do cibercrime. Isto é o pior que pode acontecer ao futebol”.

Benfica manda no futebol português?: “O Pedro Proença e o presidente do Conselho de Arbitragem foram eleitos com o apoio do FC Porto e Sporting. O presidente da federação foi administrador do FC Porto. Isso não tem fundamento. Onde o Benfica tem dominado é dentro do campo. Os treinadores de FC Porto e Sporting reconheceram que o Benfica mereceu ganhar porque foi melhor. Isto é uma cortina de fumo para desviar as atenções. O futebol português merece mais”.

Paulo Gonçalves envolvido nos emails revelados pelo FC Porto: “Isso é uma não questão. Estou a falar em nome do Benfica. Sobre questões pessoais, cabe a cada um responder”.

Há uma aliança entre FC Porto e Sporting: “Há uma aliança que é inequívoca, mas isso não me interessa. Não me compete comentar as estratégias dos outros clubes.”

Fonte: ojogo.pt