Peruano apontado ao FC Porto quer sair do Rayo Vallecano

Luis Advíncula, o “jogador mais rápido do mundo”, tem propostas da La Liga e Serie A.

Luis Advíncula não está satisfeito no Rayo Vallecano e pretende sair do clube espanhol já em janeiro.

Apesar de ser uma peça importante para o treinador Paco Jémez na equipa madrilena, tendo realizado 14 jogos na presente temporada, o lateral-direito ambiciona jogar nos escalões principais por forma a manter-se nas escolhas de Ricardo Gareca, selecionador do Peru, para a Copa América, a disputar-se no próximo verão.

O defesa, que representou o Vitória de Setúbal em 2014/15 por empréstimo do Sporting Cristal Lima e chegou a ser associado ao FC Porto, viu o Rayo Vallecano exercer o direito de compra de três milhões de euros no último mercado de transferências e terá tido a promessa de que seria cedido a equipas de maior perfil, o que acabou por não acontecer, apesar das ofertas recebidas.

O jogador espera agora alcançar os seus intentos e já contactou o presidente Raúl Martín Presa para resolver a situação.

Advíncula, de 29 anos, conta com 90 internacionalizações e passagens por Sporting Cristal, SC Tavriya (Ucrânia), Hoffenheim, Ponte Preta, Bursaspor, Newell’s Old Boys, Trigres, Lobos BUAP e Rayo Vallecano.

O peruano chegou a ser eleito o jogador mais rápido do mundo em 2018, quando atingiu a marca dos 36,15 km/h, tendo superado os registos de Gareth Bale e tem propostas em carteira para jogar na La Liga e na Serie A.

Fonte: rr.sapo.pt