Get a site

“Pega e o mister gosta disso, porque nos põe a treinar com caneleiras até aos joelhos”

Matheus Uribe, médio colombiano do FC Porto, deixou algumas curiosidades em declarações à Winsports. Pepe mereceu uma palavra especial.

Balanço: “Tive a felicidade de conseguir jogar com regularidade, não apenas no campeonato, mas também na Liga Europa, e de ter a confiança da equipa técnica. Isso foi importante para me adaptar a este futebol.”

James, Falcao, Guarín, Jackson Martínez… Legado colombiano no FC Porto: “Aqui temos um peso e uma responsabilidade diferente por causa daquilo que Falcao, James e Guarín fizeram. Todos eles demonstraram muita qualidade no FC Porto e têm um peso grande no clube. Mas isso também é um ponto positivo para nós, porque todos olham para os jogadores colombianos com bons olhos e grande expectativa. Recebem-nos muito bem, que é o mais importante numa primeira fase e depois tratamos de corresponder com qualidade e disciplina nos campos de futebol.”

Alguém tem confiança para perguntar ao Pepe porque é duro ou não há essa confiança? “Com Pepe podes, é demasiado humilde. Conseguiu tanto no futebol, mas é muito humilde. Esteve sempre à nossa disposição, de quem chegou ao clube. É uma grande pessoa e podes falar de qualquer tema.”

Nos treinos pega? “Pega e o mister gosta disso, porque nos põe a treinar com caneleiras até aos joelhos. Sabe que os treinos são intensos.”

Contacto com Luis Díaz e como está ele: “Teve uma recuperação muito mais dura, porque quando já estava na reta final aconteceu isto do isolamento. Já é quase um mês inteiro sem sair de casa, treinando em casa, vivemos perto um do outro, mas não nos podemos ver. Falamos, já está recuperado, mas é preciso estar em campo para saber a 100 por cento como está. No ginásio ou em casa não dás conta de como estás para render em campo.”

Fonte: ojogo.pt