Noite infeliz em Glasgow (2-0)

FC Porto perdeu frente ao Rangers, por 2-0, na quarta jornada do Grupo G da Liga Europa.

O FC Porto perdeu esta quinta-feira com o Rangers (2-0), no Estádio Ibrox, em Glasgow (Escócia), na quarta jornada do Grupo G da Liga Europa. Os Dragões continuam a somar quatro pontos, menos três do que Young Boys e Rangers, que contabilizam sete.

Foi um FC Porto personalizado e autoritário aquele que subiu ao relvado do Estádio Ibrox, em Glasgow, assumindo as despesas do jogo face a um Rangers claramente apostado em tentar surpreender em transições rápidas. Na sequência de um canto cobrado por Alex Telles, Pepe desviou a bola e fê-la sobrevoar o guarda-redes Allan McGregor, mas Glen Kamara roubou a glória ao central portista em cima da linha de golo (8m). Foi, de resto, a melhor oportunidade de uma primeira parte bem disputada, mas com algum ascendente portista, diga-se em abono da verdade.

A etapa complementar arrancou praticamente com a lesão muscular de Pepe, que obrigou Sérgio Conceição a lançar Luis Díaz para o lugar do internacional português (49m). Pouco depois de Wilson Manafá ter visto Goldson negar-lhe o festejo (67m), o Rangers ganhou vantagem sem nada ter feito para o justificar, abrindo o ativo por intermédio de Alfredo Morelos num remate de pé esquerdo desferido já dentro da área portista (69m). A injustiça ganhou contornos ainda maiores quando Steven Davis aumentou para 2-0, aproveitando um desvio caprichoso em Marcano para desfeitear Marchesín (73m).

Com dois golos caídos do céu, a equipa escocesa construía uma diferença que se tornava difícil de anular para o FC Porto e que viria a ser decisiva para o desfecho do encontro. Com uma dose considerável de infelicidade, os Dragões saíram derrotados de Glasgow, mas continuam matematicamente na luta pelo apuramento para a fase a eliminar da Liga Europa.

Fonte: fcporto.pt