Get a site

“Melhor treinador da I Liga? O Sérgio Conceição, porque foi campeão”

João Pedro Sousa, treinador do Famalicão, reconhece mérito ao homólogo do FC Porto em entrevista à rádio Cidade Hoje.

Paragem devido à pandemia: “Estávamos com a sensação de que a paragem não seria curta, iria durar nunca menos de três semanas. Colocar os jogadores em casa, durante três semanas, na minha ótica é impossível. Eles não podem treinar futebol durante três semanas fechados. Temos jovens jogadores com 19 anos que vivem em apartamentos pequenos. Temos que pensar num todo e a dificuldade da gestão do treino tornava-se difícil ao fim de alguns dias. Demos algum descanso nas primeiras semanas e ou mantínhamos as nossas rotinas ou libertávamos os jogadores para treinarem à hora que quisessem. Optámos pela segunda opção, e quando percebemos que íamos voltar mais semana menos semana voltámos às nossas rotinas diárias”.

O exemplo de Riccieli: “Por incrível que pareça, existiram jogadores que apareceram fisicamente melhores, como o Riccieli, que é um monstro de trabalho, impressionou-nos a todos da forma que chegou depois da paragem e mais uma vez no gabinete da equipa técnica dissemos que tínhamos malta de grande trabalho. Entre a equipa técnica dizíamos que esta malta nos ia obrigar a pensar muito alto e eles obrigaram-nos a pensar muito alto e a trabalhar muito para chegarem lá. Ainda hoje não conseguimos perceber como é que o Riccieli chegou e da forma que chegou”.

O que falta mudar no futebol português: “Falta percebermos que o futebol é um espetáculo, que é para as pessoas e se é para as pessoas temos que vender bem o futebol, não como uma guerra e não nos podemos esquecer que é para as pessoas. Temos que encher os estádios, percebo a importância das televisões, mas encham os estádios, pois com os estádios cheios vamos ter melhores jogadores, treinadores, árbitros e melhores jogos”.

Equipa mais difícil: “O Portimonense porque foi a única equipa que nos ganhou duas vezes”.

Melhor treinador: “Sérgio Conceição, porque foi campeão. Parabéns mais uma vez ao Sérgio e ao FC Porto”.

Fonte: ojogo.pt