«Hoje há polvo à cautelar», avisa Francisco J. Marques

O diretor de comunicação do FC Porto voltou a fazer uso da rede social Twitter.

No mesmo dia em que ficou a saber-se que o Benfica pretende impedir o FC Porto de divulgar novas informações sobre o caso dos emails, Francisco J. Marques, numa curta publicação na rede social Twitter, dá a entender que as denúncias continuarão. “Hoje há polvo à cautelar”, publicou o diretor de comunicação na rede social Twitter.

De acordo com a edição impressa do Jornal de Notícias desta sexta-feira, o clube da Luz intentou uma providência cautelar no Tribunal Cível do Porto, em que pede a proibição, sob pena de pagamento de um milhão de euros por cada violação da decisão judicial.

No entanto, de acordo com o JN, a magistrada terá recusado o decreto do procedimento sem audição das partes visadas, sendo as mesmas Francisco J. Marques, diretor de informação e comunicação do FC Porto, e quatro sociedades ligadas aos azuis e brancos: SAD, clube, FC Porto Media e o Porto Canal.
Francisco J. Marques confirmou o procedimento: “É verdade. Confirmo que o Benfica intentou uma providência cautelar, que agora segue os trâmites e os prazos legais”; confirmou o dirigente, referindo que os advogados do FC Porto têm dez dias para contestar a providência cautelar.

Fonte: ojogo.pt