Francisco J. Marques revela troca de emails entre observador e Paulo Gonçalves

O diretor de comunicação do FC Porto divulgou mais um email, neste caso sobre a alegada influência e controlo do Benfica em várias áreas da sociedade portuguesa.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, denunciou o envio de um email por parte de Júlio Loureiro, antigo árbitro, ex-observador de primeira categoria e atual observador de árbitros de segunda categoria, para Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD do Benfica.

“‘Viva. Para conhecimento antecipado, dado ser numa data que antecede viagem do Benfica à Turquia, envio nota para mostrar a Rui Vitória. Agradeço discrição, pois isto nem é da minha secção’, pode ler-se. E o que era? Nada de especial, pois Rui Vitória ia testemunhar num processo sobre o V. Guimarães. Mas o que é de especial é um funcionário judicial, que se dá a curiosidade de ser observador, avisar Paulo Gonçalves. Se numa simples notificação avisam, o que farão com coisas mais graves”, questionou o dirigente portista, falando sobre a influência do Benfica “em vários setores da sociedade”:

“Isso levanta-me temores terríveis, pois todos sabemos que o Benfica está sobre investigação. Haverá nesta cadeia funcionários com contacto com Paulo Gonçalves, que está a ser também investigado? O que é isso de se avisar o Benfica? Isso só significa que o Benfica se move em todos os setores”, atirou Francisco J. Marques no programa Universo Porto, no canal do clube. Júlio Loureiro, recorda ainda o diretor de comunicação, esteve envolvido na despromoção de Marco Ferreira:

“Observou um Braga-Benfica na qual deu a nota mais baixa da época a Marco Ferreira. Lembram-se do que ele disse depois, sobre as instruções que recebia de Vítor Pereira?”, rematou.

Fonte: ojogo.pt