Diogo Branquinho: “Temos de espelhar a diferença que há entre as duas equipas”

Azuis e brancos visitam o FC Gaia, na 18.ª jornada do Andebol 1 (sábado, 18h00).

O FC Porto Sofarma faz a curta viagem até à margem esquerda do rio Douro, este sábado, para defrontar o Futebol Clube de Gaia, na 18.ª ronda do Andebol 1. Projetando o embate, com início marcado para as 18h00, o ponta Diogo Branquinho salientou que cabe aos Dragões fazer valer em campo o favoritismo que têm.

O conjunto de Magnus Andersson está na liderança partilhada do campeonato (50 pontos), enquanto a formação gaiense se encontra na sétima posição (33 pontos).

Vitória caseira frente ao Belenenses
“Conseguimos uma excelente vitória, eles são uma excelente equipa, tanto individual como coletivamente. Jogam muito bem todos, já jogaram em clubes grandes e já esperávamos complicações. A primeira parte foi mais renhida, depois resolvemos o jogo na segunda parte, em que ficou espelhada a nossa força física. A seguir ao último jogo da Liga dos Campeões propusemo-nos ganhar sete jogos seguidos até à pausa natalícia, vencemos o quarto desta série e esperamos ganhar mais três até ao Natal”

Bom momento a nível pessoal
“Tem tudo também a ver com um trabalho invisível de imensas pessoas que preparam a época minuciosamente para nós chegarmos a todas as competições da melhor forma. Começámos isto em julho já a pensar na pausa para a seleção e para depois voltarmos na máxima força no sentido de resolvermos o campeonato. Já estamos a pensar em maio e na revalidação do título, que merecemos”.

O FC Gaia
“É uma equipa que temos de ter muito em conta, com alguns jogadores que já passaram por aqui. Tem o segundo melhor marcador do campeonato e que já passou por aqui, conhecemo-lo bem, portanto esperamos naturalmente dificuldades. É uma equipa muito aguerrida, ganhou ao ABC. Mas se nós tivermos as quatro premissas do FC Porto (rigor, compromisso, ambição e paixão) vai correr bem”.

Apelo aos adeptos
“Espero que os portistas atravessem o rio e possam ir ao outro lado da margem para nos ajudar a ter uma boa vitória contra o Gaia. A maior manifestação de respeito por nós e pelo próprio Gaia é ganhando pelo máximo possível, temos de espelhar a diferença que há entre as duas equipas. Não vou pedir para irem à Horta, na ilha do Faial, porque aí é mais difícil, mas peço que compareçam em massa depois para o jogo com o ABC, para desejarmos bom Natal a todos e irmos todos felizes para as festas”.

Fonte: fcporto.pt