Get a site

Derrota em Braga a fechar o campeonato (2-1)

Os campeões nacionais até entraram a ganhar, mas o SC Braga deu a volta ao resultado na segunda parte (2-1).

O FC Porto perdeu este sábado frente ao SC Braga (2-1), no Estádio Municipal de Braga, em jogo referente à 34.ª e última jornada do campeonato. Os campeões nacionais entraram a ganhar com um golo madrugador de Matheus Uribe (6m), mas Ricardo Horta (54m) e Fransérgio (66m) assinaram a reviravolta bracarense na etapa complementar. Os Dragões terminaram o campeonato com 82 pontos somados, o melhor ataque (74 golos marcados) e a melhor defesa (22 golos sofridos).

O FC Porto entrou com o gás todo no Estádio Municipal de Braga e demorou apenas seis minutos a abrir o ativo no jogo de despedida da Liga NOS 2019/20. Na sequência de um lançamento de linha lateral, Otávio lançou Tecatito Corona, este cruzou rasteiro e Matheus Uribe apareceu no sítio certo para o desvio vitorioso, mas o momento em que o médio colombiano se estreou a marcar com a camisola do FC Porto teve um sabor agridoce. Matheus Uribe saiu com problemas físicos do lance e teve mesmo de ser substituído por Sérgio Oliveira pouco depois se tornar no sétimo jogador colombiano da história do clube a faturar de Dragão ao peito.

Sempre por cima e sem consentir grandes veleidades ao ataque do SC Braga, o FC Porto ameaçou o 2-0 e só não o conseguiu porque Ricardo Horta foi ao relvado para travar um remate de Soares que tinha tudo para dar em golo (30m). No minuto seguinte, Paulinho ainda tentou visar a baliza de Diogo Costa, mas falhou o alvo redondamente (31m). Já em período de compensação, Alex Telles obrigou Matheus a aplicar-se na marcação de um livre direto (45m+1) e Sérgio Oliveira chegou mesmo a fazer o 2-0 de cabeça, mas Soares estava em posição irregular antes de servir o médio portista (45m+2). Grande primeira parte do FC Porto, justamente em vantagem à ida para o descanso.

O primeiro lance digno de registo na etapa complementar resultou no empate para o SC Braga: um remate de Ricardo Horta, que aproveitou uma bola perdida à entrada da área, sofreu um desvio em Zé Luís e traiu Diogo Costa (54m). Na jogada seguinte, Otávio fez tudo sozinho e obrigou Matheus a uma defesa difícil (55m). Do outro lado, Paulinho (59m) e Fransérgio (60m) também testaram os reflexos do jovem guardião portista, que respondeu à altura. Aos 66 minutos, numa jogada de insistência e já depois de ter acertado no poste, Fransérgio colocou os bracarenses na frente do marcador. Sem ter feito por o justificar, o SC Braga dava a volta ao resultado.

Pouco depois, Diogo Costa negou o 3-1 a Ricardo Horta com uma mancha fantástica ao avançado bracarense (73m). Na resposta, Tecatito Corona tentou um grande golo com um remate em arco, mas as medidas não foram tiradas com a perfeição desejada (77m). Os campeões nacionais ainda forçaram o empate, mas fecharam a edição 2019/20 da Liga NOS com uma derrota em Braga. O foco dos Dragões passa a estar totalmente direcionado para a final da Taça de Portugal, frente ao Benfica, que se disputa no dia 1 de agosto (sábado), às 20h45 (RTP1), no Estádio Cidade de Coimbra.

Fonte: fcporto.pt