Basquetebol: Raça de Dragão para manter a invencibilidade

FC Porto continua a ser líder isolado depois de bater a Oliveirense (81-71), no Pavilhão Dr. Salvador Machado, na nona jornada da Liga.

O FC Porto bateu esta sexta-feira a Oliveirense (81-71), em Oliveira de Azeméis, na nona jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol, mantendo assim o pleno de triunfos na prova. Os Dragões são líderes isolados, com 18 pontos, mais um do que o Sporting, segundo classificado.

No sempre difícil Pavilhão Dr. Salvador Machado, o FC Porto foi fiel a si próprio e à qualidade que tem exibido esta época durantes os 20 minutos iniciais, aliando uma tremenda intensidade defensiva a uma excelente eficácia ofensiva. Ao intervalo, a vantagem dos Dragões já ultrapassava a dezena de pontos (44-33).

Apenas um minuto depois do reatamento, Preston Purifoy foi desqualificado por acumular duas faltas antidesportivas e, a partir daí, a vantagem portista esfumou-se. Com um terceiro período longe do seu nível, o FC Porto permitiu que a Oliveirense crescesse e reabrisse o jogo à entrada para os derradeiros dez minutos.

Devidamente restabelecidos do momento menos bom, os Dragões voltaram a ser superiores à bicampeã nacional no quarto período e garantiram uma grande vitória em Oliveira de Azeméis. No coletivo portista, destaque para as performances individuais de João Soares (18 pontos e 7 ressaltos), Max Landis (16 pontos), Sasa Borovnjak (11 pontos), Miguel Queiroz (10 pontos e 7 ressaltos), Kayel Locke (10 pontos) e Brad Tinsley (7 pontos e 11 assistências).

Os azuis e brancos voltam a entrar em campo no próximo domingo, às 16h00, no Pavilhão do CAB Madeira, no Funchal, na décima jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol.

FICHA DE JOGO

OLIVEIRENSE-FC PORTO, 71-81
Liga Portuguesa de Basquetebol, 9.ª jornada
29 de novembro de 2019
Pavilhão Dr. Salvador Machado, Oliveira de Azeméis

Árbitros: Luís Lopes, Paulo Marques e Pedro Lourenço

OLIVEIRENSE: José Barbosa (15), Shonn Miller (5), Duda Sanadze (10), Marc-Eddy Norelia (17) e Bailey Fields (12)
Suplentes: André Bessa, João Grosso, João Guerreiro (2), Renato Azevedo, Rui França, Aron Nwankwo (6) e João Balseiro (4)
Treinador: Norberto Alves

FC PORTO: Brad Tinsley (7), Max Landis (16), Preston Purifoy (3), Miguel Queiroz (10) e Sasa Borovnjak (11)
Suplentes: Kayel Locke (10), João Soares (18), Pedro Pinto (5), Vlad Voytso, Francisco Amarante, Keven Gomes (1) e João Guerreiro
Treinador: Moncho López

Ao intervalo: 33-44
Parciais: 17-22, 16-22, 23-16, 15-21

Fonte: fcporto.pt