Ao ritmo sul-americano (0-3)

Saravia (50m), Luis Díaz (68m) e Soares (72m) apontaram os golos do triunfo do FC Porto em casa do Casa Pia (3-0).

O FC Porto venceu esta quinta-feira no reduto do Casa Pia por 3-0, em jogo a contar para a segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga. A superioridade dos azuis e brancos foi evidente ao longo dos 90 minutos e, apesar da eficácia defensiva dos visitados na etapa inicial, os Dragões souberam controlar a posse de bola e ser eficazes na segunda parte.

Sérgio Conceição fez dez alterações no onze inicial, com Manafá a ser o único jogador a manter a titularidade, e os jogadores responderam à confiança do técnico com ocasiões de perigo. A primeira surgiu aos quatro minutos e de maneira acrobática, mas o pontapé de bicicleta de Soares saiu por cima. Seguiram-se as tentativas de Nakajima (11m), de Sérgio Oliveira (22m) e novamente do avançado brasileiro (31m), mas não encontraram a direção da baliza.

A pressão dos azuis e brancos era sufocante e os Dragões foram mantendo o controlo da partida, dominando a posse de bola no meio-campo adversário. Ainda assim, o Casa Pia soube aguentar as investidas portistas e, mesmo sem atrapalhar Diogo Costa, mantiveram o nulo no marcador até ao intervalo, que apenas foi ameaçado mais uma vez por Bruno Costa (40m), que viu van der Laan defender o remate à entrada da área.

Uma eficácia defensiva que o FC Porto conseguiu quebrar aos 50 minutos. Numa incursão nas costas da defesa, Saravia recebeu o passe longo teleguiado de Sérgio Oliveira e, de cabeça, assinou o primeiro golo da carreira como profissional. Um momento festejado por todos os jogadores, que não tiraram o pé do acelerador e continuaram por cima no encontro. Aos 68 minutos, nova oportunidade e novo golo, desta vez por Luis Díaz, que recebeu o passe de Uribe e colocou a bola no canto inferior direito da baliza. O regresso aos golos do internacional colombiano, que apontou o sétimo golo de azul e branco.

Até ao final, mais um remate certeiro do FC Porto. A manobra ofensiva partiu da direita para o meio, com Saravia a tentar descobrir as costas da defesa do Casa Pia. O desvio sobrou para Soares (72m), que dominou, parou e selou o resultado final com o 50.º golo de Dragão ao peito. O último momento de aplauso surgiu aos 75 minutos, com a estreia na equipa principal de Tomás Esteves, lateral direito campeão nacional e europeu de sub-19 na última época, que enverga a histórica camisola 2 dos Dragões.

Nakajima ainda atirou ao poste (89m), mas não conseguiu alterar o marcador. Vitória justa do FC Porto, que tem apenas mais um obstáculo por ultrapassar para alcançar a final four da Taça da Liga. O desafio no terreno do Chaves, a contar para a terceira jornada do Grupo D, está agendado para 22 de dezembro, mas as atenções dos Dragões de Sérgio Conceição estão apenas no duelo frente ao Belenenses, no Estádio do Jamor, marcado para este domingo (20h00), referente à 13.ª jornada do campeonato.

Fonte: fcporto.pt